Buscando a notícia para você desde 2007 - Ano 10 - 2017 -

Conhecimento no café da manhã. O que se comemora e o que é lembrado no 24/8/2015


Hoje é:

*Dia da Infância

*Dia do Artista

*Falecimento de Getulio Vargas


Veja o significado abaixo :


Dia da Infância

Dia da Infância é comemorado no dia 24 de Agosto. O Dia da infância, ao contrário do Dia Mundial da Criança ou o Dia da Criança, tem o propósito de se reflectir sobre as condições sociais, económicas e educacionais em que as crianças vivem no mundo inteiro.
Dia da Infância

Todas as crianças têm direitos básicos, tais como alimentação, educação, saúde, lazer, liberdade e ambiente familiar e de sociedade. Devem também ser protegidas da discriminação, exploração, violência e negligência, como está patente na Declaração Universal dos Direitos da Criança.
Como celebrar o Dia da Infância

Neste dia pense e faça algo pelas crianças, especialmente pelas mais carenciadas. Incentive o seu filho ou educando a fazer algo pelo colega da escola que está a passar por alguma dificuldade. Contribua para que cada criança tenha uma vida feliz e um dia mais sorridente.


Dia do Artiista

Hoje comemoramos o dia do artista! Artista pode ser qualquer pessoa que dedique parte de seu tempo as artes. Os artistas trabalham sempre com muito amor e dedicação, pois esta é a profissão que escolheram dedicar grande parte da vida. Para ser um artista é necessário na maioria das vezes, que a pessoa tenha nascido com um dom. Dom para pintura, interpretação e por aí vai... Pintor de quadros, escultor, atores de teatro, novelas e cinema, se destacam como alguns exemplos de artistas. Já pensou se eles não existissem? O mundo seria menos colorido sem as obras de arte, e menos divertido sem os atores que nos proporcionam tantas risadas, seja no palco ou na telinha.


Falecimento de Getúlio Vargas

Getúlio Dornelles Vargas nasceu em São Borja - RS, em 1882. Estudou na Escola Militar, mas foi afastado por ter participado de um motim.

Logo depois pediu baixa do Exército e ingressou na Faculdade de Direito de Porto Alegre, formando-se em 1907 e ocupando a segunda promotoria na mesma cidade.

A vida política de Getúlio Vargas começou com a eleição para deputado estadual pelo Partido Republicano Rio-Grandense em 1909, sendo reeleito em 1917 e 1921.

Em 1923, foi eleito deputado federal. Em 1926, Getúlio Vargas abandonou a Câmara dos Deputados para assumir o cargo de ministro da Fazenda do governo Washington Luís, ficando até o ano seguinte, quando concorreu e venceu a eleição para a presidência do Rio Grande do Sul.

Em 1930, como integrante da Aliança Liberal, concorreu à presidência da República e foi derrotado pela chapa situacionista apoiada por Washington Luís. Em outubro do mesmo ano deu um golpe de Estado impedindo a posse dos eleitos, Júlio Prestes e Vital Soares, que ficou conhecido como Revolução de 30.

Assumiu a chefia do governo provisório. Enfrentou, em 1932, a Revolução Constitucionalista de São Paulo. Em 1934, foi eleito indiretamente pelo Congresso Nacional.

Antes de terminar o seu mandato, deu um novo golpe, inaugurando o Estado Novo. Durante esse governo atuou aumentando a centralização do poder, instituiu uma política de intervenção estatal na economia e adotou medidas trabalhistas com a intenção de controlar as organizações operárias.

Em 1945, mesmo tentando permanecer no poder, foi deposto por um golpe militar. Com a redemocratização do país e a elaboração de uma nova constituição, Getúlio ajudou na criação do Partido Social Democrático (PSD) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), sendo eleito senador e deputado por vários estados.

A partir daí, iniciou uma campanha de ataques ao seu antigo aliado e presidente da República, Eurico Dutra.

Usando de um discurso nacionalista e populista concorreu à presidência em 1950 e foi eleito, assumindo a presidência no ano seguinte. Implantando sua política nacionalista, Getúlio criou o monopólio do petróleo e da eletricidade e chegou a dar 100% de aumento para o salário dos trabalhadores.

Sofrendo oposição das camadas conservadores da sociedade, Getúlio se viu pressionado a abandonar o cargo. Com o atentado ao jornalista Carlos Lacerda promovido pelo chefe de sua guarda pessoal, Getúlio ficou numa situação insustentável e suicidou-se com um tiro no peito na madrugada de 24 de agosto de 1954.

Fonte: Net História