Buscando a notícia para você desde 2007 - Ano 10 - 2017 -

Bom dia com Ariel Villanova - 23/9/2015

Bom dia amigo!!!
Hoje dia 23 de setembro de 2015, quarta-feira, estamos na Primavera no hemisfério sul, e o outono no hemisfério norte. Estamos com a Lua em Quarto crescente em 67% de visibilidade. Nascidos nesta data são do signo de Libra é de 23/09 a 22/10.
Faltam 98 dias para o final do ano.

Fique sabendo que hoje especialistas informaram que a estação primavera, que começa hoje, deve sofrer influência do fenômeno El Niño. Em São Paulo, o último dia do inverno teve temperaturas que superaram os 30ºC.

Mega-Sena

O concurso 1.744 da Mega-Sena poderá pagar o prêmio de R$ 11,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de Itaocara (RJ). No último sorteio, 40 apostas acertaram a quina.

Papa nos EUA

O Papa Francisco segue a agenda da sua 1ª visita ao país norte-americano. Hoje, o pontífice irá até a Casa Branca se encontrar com o presidente Barack Obama. Ele fica no país até domingo.

Futebol

Oito times começam a disputa das quartas de final da Copa do Brasil. Às 19h30: Figueirense x Santos e Internacional x Palmeiras. Às 22h: Fluminense x Grêmio e São Paulo x Vasco. Os brasileiros também entram em campo pelas oitavas da Copa Sul-Americana. Atlético-PR x Brasília e Sport x Huracán, às 22h.

Tarifaço de Sartori é aprovado

O governo José Ivo Sartori levou a melhor no longo jogo de xadrez com a oposição e aprovou no início da madrugada desta quarta-feira o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) até 2018, após 11 horas de sessão na Assembleia Legislativa.


Foto: Vinícius Roratto / Especial / Agência RBS


Congresso encerra sessão sem votar todos os vetos de Dilma

Por falta de quórum, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), encerrou às 2h20min desta quarta-feira a sessão conjunta que apreciou os vetos da presidente Dilma Rousseff. Vinte e seis dos 32 vetos foram mantidos. Os outros 6, entre eles o que impede o aumento da remuneração dos servidores do Judiciário, não foram para votação.


Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Na Lava-Jato, Vargas é condenado; Mercadante e Aloysio Nunes, investigados

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de dois inquéritos para investigar o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) por suposta prática do crime eleitoral de falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Enquanto isso, a Justiça Federal condenava o ex-deputado André Vargas (ex-PT/PR) a 14 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.


Foto: Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados

Dólar chega a R$ 4,05, a maior cotação no Plano Real

O dólar ultrapassou os R$ 4 na terça-feira e rompeu o maior patamar de fechamento desde a adoção do Plano Real, em 1994. A moeda norte-americana fechou o dia cotada a R$ 4,0538, alta de 1,83%. No ano, o dólar já tem alta acumulada de 52,47%.


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agência RBS


Conselho do dia com provérbios

Não estejas entre os beberrões de vinho, nem entre os comilões de carne.Porque o beberrão e o comilão acabarão na pobreza; e a sonolência os faz vestir-se de trapos.
Provérbios 23:20,21

Hoje é dia :

  • Dia do soldador
  • Dia do sorvete

Veja o significado abaixo




Dia do Soldador

O soldador trabalha com a soldagem, a fixação mecânica, parafusage, ou colagem, para poder unir materiais metálicos ou de um tipo parecido. Trabalha também no revestimento e na manutenção desses objetos.

A soldagem é um serviço que pode ser utilizado para diferentes necessidades, podendo unir materias semelhantes ou não. Esta é a forma mais permanente para a fixação.

O Dia do Soldador é comemorado em 23 de setembro em todo o Brasil, para celebrar o trabalho destes profissionais.


Dia do Sorvete

Entre fatos e lendas, alguns historiadores acreditam que possa ter sido Alexandre o Grande (356-323 a.C.), rei da Macedônia, o introdutor do sorvete na Europa. Outra corrente de pesquisadores atribui o feito aos árabes, que teriam aperfeiçoado a receita chinesa, ensinando aos europeus como ligar a neve aos demais ingredientes.

Também há relatos de que Nero, o temido imperador de Roma (54-68 d.C.), era um grande apreciador do sorvete. Dizem que ele enviava escravos corredores até as montanhas em busca de gelo para seus aperitivos de frutas e mel e quem não conseguisse fazer o percurso sem que a neve derretesse era executado! Mas as receitas do imperador nunca foram encontradas. Se a história é verdadeira? Vai saber...

No século XI, os árabes já haviam dedicado uma seção inteira ao sorvete em um de seus fabulosos livros de culinária, escrito por Wusla Hila al Habib. A palavra sorvete também é de origem árabe, vem de xarab, que depois os turcos mudaram para xorbet.
Folclore

Fazendo uma rápida busca na Internet ou mesmo em livros, você encontra várias histórias fascinantes sobre a trajetória do sorvete ao longo do tempo. A maioria, no entanto, não passa de folclore.

De acordo com contos populares, o explorador Marco Pólo (1254-1324) teria conhecido o sorvete em sua viagem à China e o levado para a Itália. Tempos depois, cozinheiros italianos de Catarina de Médici teriam levado o maravilhoso prato para a França, quando, em 1533, ela se casou com Duque de Orléans, que mais tarde se tornaria o rei Henrique II. A neta de Catarina de Médici teria levado a receita para a Inglaterra ao se casar com o rei Carlos I, que pagava uma pensão vitalícia ao seu cozinheiro, para que este não divulgasse a tal receita secreta.

Mas, segundo o livro Ices: The Definitive Guide (Sorvetes: o Guia Definitivo), de Caroline Liddell e Robin Weir, o mais provável é que essas histórias tenham sido inventadas por mentes criativas (e põe criatividade nisso!) de produtores e vendedores de sorvete do século XIX. A desconfiança ocorre, porque elas não são mencionadas em nenhum documento anterior a essa data.


Da Europa aos Estados Unidos

Por muito tempo, a produção de sorvete foi um luxo reservado a poucas pessoas, porque dependia do gelo formado na natureza e de trabalhosos métodos para coletá-lo e armazená-lo. Durante todo o século XVII, as receitas foram cuidadosamente guardadas, e saborear essa guloseima gelada ainda era privilégio dos que frequentavam os palácios reais.



A partir do século XVIII, no entanto, o consumo de sorvete começou a se espalhar pela Europa. Em 1768 foi publicado, na França, o primeiro livro do Ocidente a revelar receitas de sorvete, A Arte de Fazer Sobremesas Geladas, que também continha explicações teológicas e filosóficas para o congelamento da água.

Em 1770, o sorvete cruzou o Atlântico até os Estados Unidos, levado pelo italiano Giovanni Bosio. No início do século XIX, Filadélfia passou a ser conhecida como a capital do sorvete do país, devido à grande quantidade produzida e às famosas casas públicas de sorvete da cidade. Atualmente, os Estados Unidos são o maior produtor e consumidor de sorvete do mundo!

Em 1843, a norte-americana Nancy Johnson inventou uma máquina de fazer sorvete que simplificava bastante o processo de produção, permitindo que qualquer pessoa fizesse sorvete de qualidade em sua própria casa. A máquina funcionava com uma manivela, girada manualmente para a mistura dos ingredientes, que ficavam em uma espécie de balde, com uma mistura de gelo e sal no fundo (não se esqueça que o congelador ainda não tinha sido inventado).

A partir de 1850, o sorvete começou a se popularizar e passou a ser vendido a pessoas comuns. Em 1851, o leiteiro Jacob Fussell, procurando aproveitar o excedente da sua produção de leite, abriu em Baltimore, nos Estados Unidos, a primeira fábrica de sorvetes do mundo, vendendo em grande escala e a menos da metade do preço cobrado por outros vendedores!

Em 1865, depois da Guerra Civil nos Estados Unidos, um grande número de vendedores de sorvete de rua, chamados Homens Hokey-Pokey surgiu nas grandes cidades. Ninguém sabe ao certo o que quer dizer Hokey Pokey, mas supõe-se que a expressão seja derivada de algum jargão usado por vendedores de sorvete italianos. Que coisa, não?

Em 1899, o francês August Gaulin inventou um homogeneizador que quebrava os glóbulos de gordura e dava uma textura muito mais suave ao sorvete. Foi durante o século XIX, também, que desenvolveram-se técnicas que abriram caminho para a criação do primeiro aparelho de refrigeração mecânica. Com o surgimento de geladeiras e congeladores no início do século XX, aumentou a produção e o consumo de sorvete, levando ao aparecimento de novas indústrias.

Durante a Segunda Guerra Mundial (1941-1945), o sorvete já era tão popular, que fazia parte da lista de itens essenciais para manter o ânimo das tropas americanas, como cigarros, refrigerantes e chicletes. A fabricação de sorvete para civis tinha sido reduzida, com o intuito de economizar leite e açúcar.

O sorvete chega ao Brasil



No Brasil, os cariocas foram os primeiros a experimentar a delícia gelada que vinha ganhando o mundo. Em 1834, o navio americano Madagascar, vindo de Boston, aportou na cidade do Rio de Janeiro com cerca de 200 toneladas de gelo em blocos. O objetivo: fazer sorvete, claro! Os blocos de gelo foram armazenados com serragem em depósitos subterrâneos e conservados por aproximadamente cinco meses.

Como naquela época não havia como conservar o sorvete depois de pronto, as sorveterias anunciavam a hora certa de tomá-lo, causando alvoroço na cidade. Até as mulheres, que então eram proibidas de entrar em bares, cafés e confeitarias, resolveram quebrar o protocolo e fizeram fila para experimentar a novidade.

O sorvete começou a ser distribuído em escala industrial no país em 1941, quando nos galpões alugadas da falida fábrica de sorvetes Gato Preto, no Rio de Janeiro, instalou-se a U.S. Harkson do Brasil, a primeira indústria brasileira de sorvete. Seu primeiro lançamento em 1942 foi o Eski-bon, seguido pelo Chicabon. Dezoito anos depois, a Harkson mudou o seu nome para Kibon.

Os anos se passaram e o sorvete caiu mesmo no gosto do brasileiro. Segundo a Associação Brasileira de Indústrias de Sorvete (ABIS), em 2006 tivemos um consumo de 507 milhões de litros. Mas, apesar do aumento do consumo, a taxa em torno de 2,7 litros por pessoa ao ano ainda é baixa, se comparada com outros países de clima frio ou com a Nova Zelândia, campeã da lista. Por lá a média ultrapassa 26 litros por habitante!

Para incentivar o consumo de sorvete o ano todo e não apenas no verão, a ABIS instituiu o dia 23 de setembro como o Dia Nacional de Sorvete. Se você é fã da guloseima, delicie-se, mas com moderação. Afinal, a maioria dos sorvetes contém alto índice de gordura saturada e hidrogenada. Dê preferência aos picolés de fruta ou a outros sorvetes sem gordura, que são muito mais saudáveis
Quem veio primeiro: o sorvete ou a geladeira?



Você sabia que o sorvete foi inventado muito antes da geladeira e do freezer? Isso mesmo! Embora a origem dessa delícia refrescante tenha se perdido no tempo, é provável que o sorvete tenha surgido na China há cerca de 3.000 anos. No início, ele era mais parecido com a atual raspadinha, não levava leite e geralmente era feito com neve, suco de frutas e mel.

Apesar de estar cercada de lendas e muitas controvérsias, sabe-se que a história do sorvete tem uma forte ligação com a evolução das técnicas de refrigeração. Em 1100 a.C., os chineses já sabiam como conservar o gelo formado naturalmente no inverno para usá-lo durante o verão. Afinal, ninguém ia querer ficar tomando sorvete num frio de lascar, não é mesmo?

Até a criação do refrigerador mecânico, no final do século XIX, um cozinheiro, para servir sorvetes ou outras sobremesas e bebidas geladinhas em dias de calor, dependia de suprimentos naturais de gelo, retirados de lagos e rios durante o inverno ou do alto das montanhas.

Para que fosse conservado, esse gelo era armazenado em depósitos subterrâneos revestidos com materiais isolantes, como madeira, e coberto com serragem. Desde que houvesse um sistema adequado para o escoamento da água, o gelo podia ser guardado dessa forma por meses ou até anos!

Por volta do século XIII, uma outra descoberta importante sobre a refrigeração permitiu o aperfeiçoamento da produção de sorvete: a de que adição de sal ao gelo provocava uma reação química que baixava a temperatura da mistura para menos de 0ºC. A partir de então, era só pôr os ingredientes já batidos num recipiente de metal e colocá-lo dentro de um outro recipiente maior, de madeira, com a mistura de sal e gelo, que o sorvete congelava bem mais rápido!

Nessa época, no entanto, ele ainda estava longe de ter aquela textura suave que conhecemos hoje e também não levava leite nem ovos. Só em meados do século XVII, provavelmente na Itália, os novos ingredientes foram incorporados à receita.


Fonte: www.invivo.fiocruz.b


Túnel do Tempo do dia
  • 1846 - Johann Galle descobre o oitavo planeta do Sistema Solar, Netuno.
  • 1889 - Fusajiro Yamauchi funda a empresa de cartas de Hanafuda e futuramente de Video games Nintendo.
  • 1895 - Fundação do sindicato Confédération Générale du Travail em Limoges
  • 1909 - O presidente do Brasil Nilo Peçanha cria os Liceus de Artes e Ofícios.
  • 1913 - Roland Garros efetua a primeira travessia do Mediterrâneo em um avião
  • 1923 - Fundação do atual Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, então chamada Academia de Belas Artes
  • 1993 - A cidade australiana de Sydney é escolhida para sediar os Jogos Olímpicos de Verão de.
  • 2002 - Lançada a primeira versão do navegador Mozilla Firefox.

Uma excelente quarta-feira para todos e até amanhã


Ariel Villanova
O seu amigo de todos os dia