Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Bom dia com Ariel Villanova - 28/4/2017

Hoje parceiro é o dia da sogra. Às vezes eu me pergunto, e não tenho uma resposta convincente, ainda mais se tratando de sogra maçante.È bom ter ou não ter sogra?


A sogra liga pontualmente todos os dias no mesmo horário, mas não é somente uma vez, são seis vezes ao dia!Para perguntar o quê?O que será que tanto elas conversam?Seja o que for, haja assunto!!!
Quanta amolação!E não é implicância, pois em nenhum destes telefonemas ela se

Segundo uma pesquisa da Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Somente 15% dos genros têm atritos com as mães de suas mulheres. Já 60% das noras de acordo com esta mesma pesquisa têm problemas com as sogras.Rsss.Estranho isso não é mesmo?

A sogra sempre reage com críticas, velada ou explícita, e, utiliza-se de chantagem emocional, contra a qual, na maioria das vezes, o filho ou filha, com pena da mãe idosa, não consegue responder com firmeza e acaba cedendo a esta chantagem.

E a história tende a piorar com a chegada do neto. Como a sogra não consegue se separar da filha ou do filho nem ver como uma pessoa adulta capaz de tomar suas próprias decisões, o mais provável é que a mãe possessiva (e agora avó e sogra) queira tomar para si os cuidados com o neto, até porque não acredita que ninguém possa criar a criança tão bem quanto ela. Ai te pergunto. Pra que servem as sogras? Melhor seria se não existissem? Mas, logo outra pergunta me vem à mente. Se a sogra não existisse, não existiria a esposa! E se a sogra de meu pai não existisse? Não existiria minha mãe e, portanto eu não existiria!Triste conclusão... Sogra é um mal necessário! Bom dia leitores amigos


Ariel Villanova
O seu amigo de todos os dias no Jornal e na Rádio Ondas FM - 97,7 ou escute em www.ondasfm.com.br - 12:30hs às 16hs


Foto e Fonte : http://empilhandopalavras.blogspot.com.br

Bom dia com Ariel Villanova - 27/4/2017

Hoje é uma data muito especial. Elas são guerreiras. Eu não podia deixar de dar um bom dia especial para elas. Não gosto de intitular como Empregadas Domesticas. Gosto de dizer que são Secretarias do Lar. No dia 27 de abril é comemorado o dia nacional da empregada doméstica. A data homenageia Santa Zita, que morreu neste dia. Zita é padroeira da categoria, já que trabalhou como empregada doméstica para uma família, desde seus 12 anos de idade, na cidade de Lucca, na Itália. Ela era conhecida por ser muito generosa com os pobres, tirando sempre do seu dinheiro para atender a quem lhe pedia ajuda. Após sua morte, foi declarada como “Santa das Empregadas Domésticas” pelo Papa Pio XII.

Especialmente a todas as Domésticas e Diaristas do Brasil, os Parabéns do Jornal O Resumo. Vocês são verdadeiras guerreiras, lutadoras, batalhadoras. Hoje é o Dia da Empregada Doméstica! Bom dia leitores


No Brasil, não existe nenhuma lei que formalize a data como feriado. Mesmo assim, os empregadores que moram nas regiões de São Paulo que são assistidas pelo sindicato SEDCAR devem conceder folga aos trabalhadores domésticos neste dia. Por meio de acordo coletivo, o sindicato decretou feriado para a categoria nas regiões que atende.

Para saber se a sua cidade está incluída neste acordo veja a lista completa abaixo

Nas localidades em que o acordo estabeleceu feriado no dia nacional da doméstica, o trabalhador tem direito de folgar este dia, sem prejuízo do salário. Nos casos em que ambas as partes concordarem que a empregada trabalhe neste dia, poderá haver um acordo para que a empregada folgue outro dia, dentro do mesmo mês, outra opção é remunerar em dobro o dia trabalhado.


Adamantina
Altinópolis
Americana
Amparo
Andradina
Araçatuba
Araraquara
Araras
Assis
Atibaia
Avaré
Barretos
Batatais
Bauru
Bebedouro
Bom Jesus dos Perdões
Borborema
Botucatu
Bragança Paulista
Brotas
Buri
Buritama
Cabreúva
Cajamar
Campinas
Campo Limpo Paulista
Cardoso
Castilho
Catanduva
Conchal
Cosmópolis
Dracena
Fartura

Fernandópolis
Franca
Francisco Morato
Franco da Rocha
Guapiara
Guaraci
Guararapes
Hortolândia
Ibitinga
Indaiatuba
Itapetininga
Itapeva
Itápolis
Itaporanga
Itatiba
Itu
Itupeva
Jaboticabal
Jales
Jarinu
Jaú
José Bonifácio
Jundiaí
Lençois Paulista
Limeira
Lins
Louveira
Mairiporã
Marilia
Matão
Mirante do Paranapanema
Patrocínio Paulista
Paulinia

Pedranópolis
Pedregulho
Penápolis
Pereira Barreto
Piracicaba
Pirapora do Bom Jesus
Pirassununga
Pompéia
Presidente Bernardes
Presidente Prudente
Presidente Venceslau
Registro
Ribeirão Preto
Rio Claro
Santa Fé do Sul
São Carlos
São João da Boa Vista
São Joaquim da Barra
São José do Rio Preto
São Pedro
São Roque
Sertãozinho
Sete Barras
Socorro
Sorocaba
Sumaré
Tupã
Urupês
Valinhos
Várzea Paulista
Vinhedo
Votuporanga




Bom dia com Ariel Villanova - 26/4/2017

Os de alma pura, andam para frente e os de alma pesada pensam que andam para frente mas na realidade andam de lado, igual a um caranguejo, e para trás. 

Por isso você amigo leitor, de todos os dias, sempre amanhece em paz e com alegria, porque você não é desse tipo. Todos de nossa redação também somos assim, tranquilos e em paz amanhecemos.

O trabalho de nosso Jornal O Resumo é um trabalho humilde mas feito com amor e tranquilidade, e a qualidade mostra com o frequente crescimento que encontramos do aumento de leitores do nosso jornal, e esse crescimento agradecemos a todos que todos os dias prestigiam o conteúdo do nosso trabalho. Nossa linha foi pensada e por isso, muitas, milhares de pessoas gostam do caminho que levamos. Resolvemos iniciar os dias suaves, diferente de outros que começam o dia colocando manchetes de crime e problemas do dia a dia. Esse foi o "pulo", a "chave" do sucesso do Jornal O Resumo. Os dias devem ser iniciados com leituras leves e agradáveis. No decorrer do dia ai o "pau come". Estamos aqui, levando essa "linha", desde 2007 buscando as notícias para todos, notícias essas que são relevantes, importantes para os leitores que gostam da Região dos Lagos. Notícias das 7 cidades da Região, do Estado do Rio de Janeiro, do Brasil e do Mundo.

Tenha a convicção de que nosso trabalho é humilde e feito com carinho. Queremos e precisamos de você para subir degrau por degrau junto, com você leitor amigo.

Subimos mais um degrau esta semana. Muito obrigado. Esse crescimento você foi o responsável. E esse crescimento tranquilo e humilde, Deus só da para quem merece.
Imagine todos aqui da redação de pé e aplaudindo você amigo leitor. Agradecendo por esse sucesso alcançado do nosso jornal. Juntos somos fortes. Ajudando uns aos outros chegaremos longe. Disse e digo sempre "nosso" jornal por que esse jornal é seu também.

Bom dia Leitores e muito obrigado




Bom dia com Ariel Villanova - 25/4/2017

Estava lendo um "artigo", publicado no site aponarte.com.br do Professor, escritor e poeta, Antonio Pereira Apon. Ele diz uma coisa que defendo muito. Pais devem parar de dar broncas e dar mais bons exemplos. Por isso que o mundo está assim. O professor diz: Ontem os pais confundiam autoridade com autoritarismo, hoje, a confusão é entre liberdade e permissividade.

Antes, plena repressão. Agora: muita vontade e pouco limite, “direitos” demais e deveres de menos; tudo é tolerado, aceito, relevado… Assim, jovens mimados, melindrosos, egocêntricos, egoístas, emocionalmente frágeis, depressivos… Tornam-se potenciais candidatos a pular na primeira barca furada que lhes apareça pela frente: Uso e abuso cada vez mais precoce de álcool e outras drogas, modismos esdrúxulos, sexualidade inconsequente e outras distonias comportamentais; o sinistro jogo “baleia azul” ou qualquer outra insanidade que aguce sua falta de noção vai prosperar. Daqui a pouco, pode vir o marisco colorido, o tubarão neon, a lula vermelha, o golfinho dourado ou qualquer outra aberração, que as cabecinhas vazias vão embarcar sem o menor questionamento.

Muitos pais, atidos em suas ocupações, ainda que se desocupem tão facilmente, trocando figurinhas fúteis e vídeos de igual teor no Whatsapp, viralizando inutilidades nas redes, entre outras tantas desocupações. Descuidam da educação doméstica, da formação do caráter dos filhos, empurrando sua responsabilidade para a escola, psicólogos, psicanalistas, remedinhos… Ainda se surpreendem quando a terceirização vai parar na polícia, na justiça e em casos mais extremos, no agente funerário. A tal “baleia azul” e qualquer sandice do tipo, se infiltra no vazio da deseducação, da ausência, da omissão e do descuidado, vitimando famílias inconscientes de uma infância e juventude involuntariamente tão mal amada.

Perdoem-me o papo reto, mas, já tarda em muito a hora de acordar, aprender a dizer não, vigiar, disciplinar, conscientizar, esclarecer, controlar, fiscalizar, participar, assumir responsabilidade, parar de pongar de moda em moda, esquecer a hipocrisia do “politicamente correto e cair na real, antes que qualquer virtual ameaça se corporifique no atestado de óbito de quem se diz mais amar.




Bom dia com Ariel Villanova - 24/4/2017

Na Gazeta do Povo li uma matéria muito interessante sobre a desonestidade, que está na moda hoje. Acho um absurdo o jogador do São Paulo ter sido recriminado por sua atitude honesta. Será que ser honesto hoje é crime?. Desculpe amigos,"porra", não aceito isso.O ser humano está cada vez mais desonesto. Até mesmo concordando que esse jogador estava certo, alguns estão sendo desonestos declarando um ato positivo só para ficarem "bem na foto", mas no fundo estão mentindo. Está difícil parceiros. Ruy Barbosa, nos primórdios do século passado, já se apresentava pessimista com a nossa realidade, em um discurso frequentemente citado, mas que nunca é demais recordar: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”. Não são da época de Ruy Barbosa os mensalões e petrolões, mas evidencia-se que já então ser honesto não era uma virtude a ser praticada com convicção pelo mais comum dos cidadãos, pois maus exemplos vinham de cima.

Furar o sinal vermelho se não houver um guarda por perto; usar o cartão-transporte do parente idoso para andar de graça no ônibus; emprestar a carteira do amigo estudante para pagar meia entrada no espetáculo; esconder da Receita uma fatia do que ganha para diminuir o Imposto de Renda; forjar um atestado médico para faltar ao serviço; instalar em casa um aparelho que lhe permite acessar sem pagar os canais de tevê por assinatura – são hábitos desonestos a que se dão milhões de cidadãos com a naturalidade de quem nada deve às leis nem à própria consciência.

Se queremos que nossas instituições sejam respeitadas e acatadas – ou melhor, se quisermos ter autoridade moral para desacreditá-las –, é preciso começar por baixo. Por isso, são muito bem-vindas as iniciativas que se multiplicam nas redes sociais.

Afinal, uma sociedade sem leis, sem autoridade e sem respeito aproxima-se da selvageria, onde quem manda é quem pode mais. Este não é o Brasil que queremos.

Fonte : Gazeta do Povo
Texto : Ariel Villanova
Foto   : Internet

Bom dia com Ariel Villanova - 20/4/2017

Amigos. Hoje é uma quinta com cara de sexta. Amanhã é feriado. se liga e aproveite. Então posso dizer bem alto: 

"HOJE É SEXTA-FEIRA, GRAÇAS A DEUS"

Vim te desejar um ótimo feriado!!!Descansando ou divertindo-se, que seu feriado seja abençoado! Ótimo feriado recheado de bênçãos pra você!!!Vamos apertar o "stop" da correria do dia a dia e acionar o "play" na diversão e descanso.
Bom feriado! Bom dia leitores...alegria, alegria.


Bom dia com Ariel Villanova - 19/4/2017

Desisti de ficar andando na rua e reclamando de pessoas que acham que vivem sem ninguém no mundo. Ficam achando que somos loucos. Essas pessoas no mundo de hoje olham o próprio umbigo, desejando que tudo e todos orbitem em torno dele e não se preocupam com o próximo. Pessoas que não enxergam ninguém, além da órbita acanhada, míope e tacanha da presunção. Até que, tropeçam nos próprios desatinos e caem de cara na realidade. Pessoas que estacionam na calçada, constroem calçadas altas sem se preocuparem com cadeirantes. Jovens que ficam escutando músicas fingindo que estão dormindo para não dar lugar para o idoso no coletivo. Acho que 70% dos pais que tiveram filhos a 15 anos atrás eram pessoas assim, dando exemplos negativos, por isso esses jovens são desse jeito. O mundo assim ficará cada vez pior de geração em geração. É lamentável. Não dê bronca ou castigo para seu filho, dê bons exemplos. Mas nada abala minha felicidade. alegria, alegria. Bom dia leitores.