Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Bom dia com Ariel Villanova - 29/5/2017 - Parto "sem sangue"?

Sei que alguns não assistiram a novela, mas a maioria assistiu a cena da Ritinha tendo filho. Rsssss....O parto de Ritinha (Isis Valverde) em "A Força do Querer", em meio a um tiroteio, com a policial Jeiza (Paolla Oliveira) como parteira, emocionou o público, porém, não deixou de reparar em deslizes na cena da novela das nove da Globo. Nas redes sociais, questionaram o tamanho do bebê, maior do que a maioria dos recém ­nascidos, e a ausência de sangue. Caraca moleque!!! Vc foi para os braços da mãe limpinho. A luva cirúrgica usada por Jeiza para realizar o parto também não ficou suja de sangue e permaneceu intacta durante toda a cena, mesmo a policial tendo de introduzir a mão para acertar a posição do bebê dentro de Ritinha. O público também estranhou quando Ritinha foi para casa, em vez de ir ao hospital, acompanhada de Jeiza na viatura policial. O Rede Globo, já foram melhores no realismo heim!!! Todo mundo escreveu, postou coisas sobre a cena, ridícula, da novela.

Acho que a emissora não deve estar nem ai para os comentários. Eu também acho, pois as opiniões dos outros, são realmente dos outros, e mesmo que sejam sobre nós; não tem importância.

A globo é amada e odiada por muitos. Na minha opinião, quando estamos na vida e na casa das pessoas, todos os dias, seja na TV e Rádio, somos espostos a comentarios.

É muito chato quando alguém fica tomando conta da vida da gente, não é? Mas na realidade, e particularmente, eu não ligo. Acho que vamos amadurecendo vamos aprendendo. Vamos abrindo mão das certezas, pois já não temos certeza de nada. E, isso não faz a menor falta, saber a opinião negativa das pessoas. Gosto sim de saber que os ouvintes gostam de me acompanhar da rádio. Gosto de passar alegria durante minhas horas que fico no microfone. Uma vez um ouvinte me ligou chorando e dizendo: " Ariel, eu te adoro, vc me faz um bem terrível com sua alegria...eu te amo, obrigado por passar essa energia alegre e feliz no rádio, me ajuda bastante". Isso é importante. Imagina se eu fosse ligar para criticas, que já fizeram, em um jornal local, sobre mim, dizendo que eu canto as vezes nos finais das músicas. Vc não canta as músicas no carro, em casa ou no trabalho? Então, eu sou igual a vc, canto as músicas no meu trabalho, rsssss.....Por fim entendo que tudo o que importa é ter Alegria, paz e sossego, é viver sem medo e feliz, é fazer o que alegra o coração naquele momento. E só. Já dizia o escritor Fernando Gonzales

"Não é preciso mostrar beleza aos cegos, nem dizer verdade aos surdos. Basta não mentir pra quem te escuta, nem decepcionar os olhos de quem te vê! As palavras nos conquistam temporariamente, mas as atitudes nos ganham ou nos perde para sempre… "

Tento ser verdadeiro o máximo possível, não quero passar uma coisa que eu não sou....então eu canto mesmo no final das músicas, as vezes,

por que estou feliz junto com os ouvinte. A vida é como uma câmera. Foque no que é importante, capture bons momentos.....Então no momento da cena da Ritinha eu somente dei boas gargalhadas mas não me manifestei nas redes sociais. Tomo conta somente da minha vida. KKKKK .

Bom dia leitores

Ariel Villanova